Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

ESMERIZNEWS

ESMERIZNEWS

26
Abr21

Morgado de Pereira - Esmeriz - Vila Nova de Famalicão

EduardoSantosCarneiro

Morgado de Pereira - Esmeriz

António José de Pereira Coutinho

Pereira+Esmeriz.JPGCapela Quinhentista da Casa e Quinta de Pereira em Esmeriz.

António José Pereira Coutinho, fidalgo da Casa e Quinta de Pereira convidou Camilo Castelo Branco, que fixara residência em São Miguel de Seide em finais de 1863, para ser padrinho do seu filho, no ano de 1867, tornando-se assim seu compadre e amigo.* (...)

____________________________

*SOARES, Franquelim Neiva – Monografia de S. Pedro de
Esmeriz. Vila Nova de Famalicão: Câmara Municipal, 1987, p.
466-467.

Pesquisa: Eduardo Santos Carneiro 

HistóriGeo Portugal

 

18
Jul19

Feira medieval - Famalicão (Contextualização Histórica)

EduardoSantosCarneiro

"Exemplo de Vila Nova de Famalicão"

devesa 1.jpg

Numa região rendilhada pelos tradicionais poderes senhoriais, o rei ao criar o concelho, rural, de “Vila Nova”, neste caso Vila Nova de Famalicão, reafirmava o seu domínio. As feiras constituíam elementos fulcrais nas finanças do Reino. A fundação da feira em Famalicão permitia a Sancho I consolidar a sua majestade economicamente. (CARNEIRO, Eduardo)*

“As feiras são um dos aspectos mais importantes da organização económica da Idade Média. Nascidas da necessidade de promover a troca entre o homem do campo e o da cidade, elas representam o ponto de contacto entre produtos e consumidor, o ponto onde se concentrou a vida mercantil de uma época em que a circulação

das pessoas e das mercadorias era dificultada pela falta de comunicações, pela pouca segurança das jornadas e pelo excesso de portagens e peagens.”** Todas estas questões serão objecto da nossa atenção.

O Entre-Douro-e-Minho era a região comercialmente mais activa do jovem Reino de Portugal. Todo o território era,e é-o nos nossos dias, um imenso mercado.

________________

*CARNEIRO, Eduardo Manuel Santos (1997) -“, Boletim Cultural nº 14, V. N. Famalicão, p12. 

**RAU, Virgínia – Feiras Medievais Portuguesas – subsídios para o seu estudo, Lisboa, Presença, 1982, p. 33.

https://www.facebook.com/Hist%C3%B3riGeo-Portugal-130500857025122/ 

 

04
Jun19

Moinhos de Esmeriz - Rio Pelhe - Esmeriz - Famalicão

EduardoSantosCarneiro

Moinho de São Marçal, no rio Pelhe em Esmeriz

esmeriz 2019 moinho.jpg

Foto: Eduardo Santos Carneiro

A construção do moinho de S. Marçal remonta ao Século XVIII.  Este moinho, assim como o moinho da Quinta da Torre / Agrela, situam-se nas margens do rio Pelhe em Esmeriz, com  referências nas Memórias Paroquiais de 1758. Para além destes, existiam outros moinhos na freguesia, exemplos do moinho dos Casais, moinho de Vila Verde entre outros.

https://www.instagram.com/historigeoportugal/?hl=pt 

https://www.facebook.com/Hist%C3%B3riGeo-Portugal-130500857025122/ 

EC_sintra_n.jpg

 

23
Jul18

Esmeriz - Vila Nova de Famalicão (História)

EduardoSantosCarneiro

Pereira+Esmeriz.JPG

 

A Honra de Pereira, Esmeriz – História


Rui Gonçalves Pereira, nascido por volta do ano de 1205, teria sido provavelmente o primeiro Senhor da Honra de Pereira em Esmeriz. Documentos de 1285, já referem Pedro Rodrigues Pereira, como sendo Senhor da Honra de Pereira – S.Pedro de Esmeriz… A Quinta de Pereira em Esmeriz, pertenceu também a D. Pedro Afonso(…), que casou com Dª Beatriz Pereira, no ano de 1401, ela, Dª Beatriz era filha de D. Nuno Álvares Pereira e, como dote pelo seu casamento com o infante, receberia as terras de Barroso e Barcelos, a que se juntavam outros coutos e honras de Entre-Douro-e-Minho e de Trás-os-Montes, bens que se vinham acrescentar às doações de D. João I a seu filho, sobretudo os julgados de Viana, Faria e Vermoim, julgado este ao qual ESMERIZ pertencia…*
As Armas da Freguesia – Escudo de prata, uma barra ondeada de azul e prata de três tiras acompanhada de uma roda de azenha de vermelho e de uma anta arqueológica de negro, realçada de prata. Coroa mural de prata de três torres. Listel branco com a legenda a negro, em maiúsculas

_______________________

*CARNEIRO, Eduardo Manuel Santos (1997) -“Actividades Sócio-Culturais, Comerciais e Personalidades de V. N. Famalicão no início do século XX”, CM V.N.F., V. N. Famalicão.

https://www.facebook.com/Hist%C3%B3riGeo-Portugal-130500857025122/ 

ec quinta.JPG

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub